Trombose Venosa Profunda (TVP)

Trombose Venosa Profunda (TVP)

Trombose Venosa Profunda (TVP)

Trombose Venosa Profunda (TVP)

A alteração na circulação do sangue dentro dos vasos profundos pode ocasionar a formação de coágulos em seu interior e levar ao quadro de Trombose Venosa Profunda – TVP. Quando esses coágulos se formam no interior de veias dilatadas, tortuosas, alongadas, o quadro é conhecido como flebite, e esses coágulos formados no sistema venoso superficial também podem se estender para o sistema venoso profundo, levando à TVP.

trombose venosa profunda tvp

A trombose venosa profunda é a obstrução de uma veia do sistema venoso profundo, dificultando o sangue a passar por ali e pode se apresentar com sintomas muito distintos a depender do nível dessa obstrução. Algumas vezes sem sintomas específicos, variando com desconforto local, inchaço, alteração da coloração da pele, temperatura do membro, entre outros. Diagnosticada a trombose, o principal tratamento é clínico, com anticoagulação, elevação do membro acometido e terapia compressiva, contudo, em alguns casos selecionados, mais agudamente, pode ser utilizada terapia com trombolíticos.

A principal causa da TVP é a imobilidade prolongada. Assim, deve-se ficar atento àquelas situações em que ficamos sentados na mesma posição por muitas horas, como viagens, ambiente de trabalho, etc. Outros fatores de risco para TVP são obesidade, trombofilias, uso de anticoncepcionais, gravidez e pós-parto, câncer, tabagismo, dificuldade de deambulação e desidratação.

As sequelas nos membros de um paciente que teve uma trombose venosa profunda podem variar desde ausência de qualquer sintoma ou sinal, até edema ou assimetria em relação ao membro do outro lado, bem como tendência ao aparecimento de varizes.

Além disso, os coágulos formados podem migrar, atingindo a circulação principal e alcançando o pulmão, em um quadro potencialmente fatal chamado embolia pulmonar.

Frente a um diagnóstico de TVP é sempre importante investigar a sua causa, buscando evitar novos quadros. Também, o paciente deve sempre falar sobre esse antecedente durante consultas e antes de procedimentos.

Praticar exercícios físicos e manter hábitos saudáveis de alimentação são medidas importantes para prevenir a trombose.

A alteração na circulação do sangue dentro dos vasos profundos pode ocasionar a formação de coágulos em seu interior e levar ao quadro de Trombose Venosa Profunda – TVP. Quando esses coágulos se formam no interior de veias dilatadas, tortuosas, alongadas, o quadro é conhecido como flebite, e esses coágulos formados no sistema venoso superficial também podem se estender para o sistema venoso profundo, levando à TVP.

trombose venosa profunda tvp

A trombose venosa profunda é a obstrução de uma veia do sistema venoso profundo, dificultando o sangue a passar por ali e pode se apresentar com sintomas muito distintos a depender do nível dessa obstrução. Algumas vezes sem sintomas específicos, variando com desconforto local, inchaço, alteração da coloração da pele, temperatura do membro, entre outros. Diagnosticada a trombose, o principal tratamento é clínico, com anticoagulação, elevação do membro acometido e terapia compressiva, contudo, em alguns casos selecionados, mais agudamente, pode ser utilizada terapia com trombolíticos.

A principal causa da TVP é a imobilidade prolongada. Assim, deve-se ficar atento àquelas situações em que ficamos sentados na mesma posição por muitas horas, como viagens, ambiente de trabalho, etc. Outros fatores de risco para TVP são obesidade, trombofilias, uso de anticoncepcionais, gravidez e pós-parto, câncer, tabagismo, dificuldade de deambulação e desidratação.

As sequelas nos membros de um paciente que teve uma trombose venosa profunda podem variar desde ausência de qualquer sintoma ou sinal, até edema ou assimetria em relação ao membro do outro lado, bem como tendência ao aparecimento de varizes.

Além disso, os coágulos formados podem migrar, atingindo a circulação principal e alcançando o pulmão, em um quadro potencialmente fatal chamado embolia pulmonar.

Frente a um diagnóstico de TVP é sempre importante investigar a sua causa, buscando evitar novos quadros. Também, o paciente deve sempre falar sobre esse antecedente durante consultas e antes de procedimentos.

Praticar exercícios físicos e manter hábitos saudáveis de alimentação são medidas importantes para prevenir a trombose.

Destaques